Matéria
Escritores ‘tardios’…

Se pesquisarmos a vida dos escritores de outrora, ao contrário do que se pensa, ela não foi fácil. Nem todos nasceram em uma família abastada ou com acesso à cultura desde cedo; inseridos em um contexto social onde amigos eram intelectuais ou pessoas influentes que os ajudariam. Por este ou outros motivos pessoais que nos escapam, por não estarem prontos ou por simplesmente não se interessarem por serem publicados a princípio, muitos escritores publicaram tardiamente. Neste post relacionei alguns:

Daniel Defoe (1660 – 1731, Londres) publicava panfletos e fundara o jornal The Review mas ficou famoso quando publicara aos 59 anos seu romance Robinson Crusoe.

Daniel_Defoe_Kneller_Style

”Desejar o melhor, recear o pior e aceitar o que vier.”

Raymond Chandler (1888 — 1959, Chicago)Publicou seu primeiro romance  policial The Big Sleep aos 51 anos. Criador do detetive Philip Marlowe teve uma carreira como roteirista de Hollywood.

Raymond Chandler

”Quanto mais você racionaliza, menos você cria.”

Miguel de Cervantes (1547 — 1616, Alcalá de Henares, Espanha) Começou na Literatura com La Galatea aos 38 anos. Mas publicou a sua maior obra Don Quixote da Mancha aos 58 anos, a primeira parte, e a segunda parte aos 68 anos. 

b_miguel_cervantes_efesptwo080596-1443786.jpg_1306973099

”A história é émula do tempo, repositório dos fatos, testemunha do passado, exemplo do presente, advertência do futuro.”

Bram Stoker (1847 — 1912, Dublin) publicou O Castelo da serpente aos 43 anos e sete anos depois, sua grande obra Drácula.

Bram-Stoker_main

”É nos fracassos que aprendemos e não no delírio do sucesso!”

Charles Bukowski (1920 — 1994, Andernach) Sempre escrevera mas só publicou aos 49 anos a obra Cartas na rua.

charlesbukowski

”Um bom poeta pode fazer uma alma despedaçada voar.”

Cora Coralina (Anna Lins dos Guimarães Peixoto Bretas, 1889-1985, Goiás-Goiânia) sempre escrevera poemas mas começou a publicar somente aos 75 anos. Ficou conhecida em todo o Brasil aos 91 anos de idade e é considerada uma das maiores poetisas do século XX de língua portuguesa.

Data da foto: 1982 Cora Coralina, poetisa.

”O saber se aprende com os mestres. A sabedoria, só com o corriqueiro da vida.”
 Harry Bernstein (1910-2011, Reino Unido) sempre escrevera mas só alcançou a fama aos 96 anos com sua obra A Parede Invisível.
Henry Miller paris
“What wonderful things dreams are! They can make you be anything you want and take you anyplace in the world.”

Comente via Facebook

Comente via Facebook

About the author

Paulistana; gosta de escrever, dias nublados, leituras densas, música, cinema e gastronomia.

2 Comentários

  1. Lilian Lima

    Sim, Fernando!! Boas obras ficam. Isto que importa. Ótimo comentário como sempre. Grande abraço.

  2. Chronosfer

    o bom é que esses “tardios” não foram tardios, suas obras nos habitam. meu abraço, Lilian.

Deixe um comentário

Arquivos
Assinar Blog por Email

Digite seu endereço de email para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por email.

Seguir modo abstrato
%d blogueiros gostam disto: