TV
Sr. Ávila

Série mexicana renova a temática ‘submundo do crime’.

1430540749608

Personagem Iva e Sr. Ávila

 

O comércio é de fachada, pois seu real negócio é a morte. Não é uma ironia, tampouco humor negro. Sim, o comércio é uma funerária. Mas Sr. Ávila (Tony Dalton) ganha dinheiro mesmo é matando por encomenda. Ele e seu secretário Ivan (Carlos Aragón), são matadores de aluguel e fazem parte de uma rede de assassinos.

Mas Sr Ávila não é um matador comum. Tem crises de consciência que não o deixa fazer seu trabalho sem ter que recorrer a um confessionário logo em seguida, por exemplo. Mas ao contrário do que lhe aflige por dentro, por fora é um homem obstinado, orgulhoso ao ponto de passar por cima de si mesmo se for preciso para fazer seu trabalho. E apesar de seus dilemas internos, se mostra indiferente, escondendo suas emoções que o adoecem cada vez mais. Ele conquista o telespectador com seu carisma enigmático. Talvez pela suas crises internas que o faz vulnerável, deixando seu lado humano sangrar lentamente sem se importar muito com seu destino.

Já seu secretário Ivan, é um homem frio e elegante; de modos discretos e precisos. É metódico; sagaz, e aparentemente mais inteligente que Ávila que age mais com o emocional e com a vaidade. Ivan ganha o público justamente por estas qualidades e o que parece pela descrição algo bem caricato, está longe disto. Juntos, eles formam uma dupla de assassinos bem peculiar. Pois tudo é muito sutil e refinado.

A série cativa pelo roteiro que é recheado de intrigas, e pelos personagens obscuros e muito bem interpretados. Sob o lema nada politicamente correto ”matar bem para viver melhor” as duas temporadas exibidas no Brasil fogem totalmente do estilo já tão batido em série de vilões. Tanto pela qualidade do texto, quanto dos eventos complicadores das tramas.

O enredo foca-se no cumprimento das regras da rede de assassinos que deve ser à risca. A rede é formada pelo que eles denominam de senhores onde cada senhor tem um secretário que o ajuda nas execuções. Os dilemas surgem quando as regras são quebradas; o que acontece muito com o Sr Ávila pois ele faz tudo a seu jeito já que tem dificuldades em seguir regras que ele discorda. O que cria um cisma entre ele a rede de assassinos e com seu próprio secretário Ivan; que almeja tomar seu lugar antes que Ávila coloque tudo a perder e os dois sejam mortos.

Como pano de fundo, a vida familiar do Sr Ávila é algo que funciona a contento na série. Sua mulher Maria (Nailea Norvind) que sofre de agorafobia (fobia de multidão) e seu filho Emiliano (Adrián Alonso) não sabem dos negócios escusos de Ávila; porém, são envolvidos subitamente. O que faz a série mudar de rumo de forma surpreendente.

A terceira temporada de Sr Ávila já foi confirmada pela HBO. Esta é mais uma das séries que vale a pena aguardar a continuação.

 

 

Comente via Facebook

Comente via Facebook

About the author

Paulistana; gosta de escrever, dias nublados, leituras densas, música, cinema e gastronomia.

3 Comentários

  1. Cris Campos

    Sei que Luther segue uma outra linha, mas quanto ao personagem Ávila, poderíamos encontrar alguma semelhança com o do Elba em Luther?

    • Lilian Lima

      Esta eu não vi, Cris. Parece muito interessante!! Eu não saberia dizer mas, pela descrição do personagem Luther, talvez tenha alguma coisa em comum entre os dois. E enquanto um é policial, o outro é assassino. Gostei da dica. Obrigada! Beijos 🙂

      • Cris Campos

        Lee, Luther é imperdível. sensacional mesmo. Bjo!

Deixe um comentário

Arquivos
Assinar Blog por Email

Digite seu endereço de email para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por email.

Seguir modo abstrato
%d blogueiros gostam disto: