Literatura Brasileira
Um Poema para Bárbara

Quando eu vi este lançamento do selo Gutenberg do Grupo Autêntica, eu fiquei super curiosa. De cara senti uma atração irresistível pelo livro. Principalmente porque ele é épico e ainda, baseado em uma história real. Eu acho que sempre vale a pena ler pelo seu valor histórico e cultural. E no caso deste, que tem como pano de fundo parte da História do Brasil – a inconfidência mineira – para mim foi um prato cheio!

‘’Toda história é literatura. Toda literatura é história. Delson Gonçalves, Cartas chilenas – retrato de uma época, Introdução. ’’

Mas embora eu tivesse ficado curiosa pelo livro, confesso que fiquei também com um pé atrás por ser o primeiro livro da autora. Acho que todo mundo fica com este pé atrás quando o(a) autor(a) está estreando. Mas para minha grata surpresa, Um Poema para Bárbara surpreendeu minhas expectativas e o devorei em dois dias.

Mônica Sifuentes fez um belo trabalho de pesquisa retratando a época que vai de 1764 a 1793. Ela consegue nos transportar para a época, para os costumes, os cenários, a vida social, cultural e política tanto de Portugal quanto do Brasil de uma forma cativante e a leitura flui mesmo nas partes em que são tratadas as questões políticas, econômicas. Sua escrita é primorosa.

Mesclado a este fundo histórico e político tanto de Portugal com o Marques de Pombal sob o reinado de D. José I, sucedido este pela filha Maria I (a Maria louca) a qual intensifica os mandos e desmandos da coroa portuguesa no Brasil colônia, e que culmina na inconfidência mineira, temos o romance entre José Inácio de Alvarenga Peixoto e Bárbara Eliodora que fizeram parte da história dos inconfidentes tendo o personagem José Inácio envolvimento direto.

Boa parte do início do livro se passa em Portugal, pois Inácio ainda jovem fora estudar direito em Coimbra. E então é onde começamos a conhecer quem foi este homem.

‘’A fama cobra o seu preço e traz consigo contrariedades, desperta ciúmes, inveja e rivalidade, geralmente naqueles menos dotados. Inácio Alvarenga era um homem invejado, pela sua posição e pelos seus dotes físicos e pessoais. ’’

A princípio, Inácio é um estudante de direito, aspirante a poeta.  Um bon-vivant sem maiores preocupações e responsabilidades. De temperamento enérgico, viril, passional e sedutor. Cheio de amigos, pelos quais fazia de um tudo, sempre cercado de muitas mulheres, festeiro, de bom coração, mas que tinha um defeito: se endividar. E ele entra em algumas encrencas por isto e decepciona o tio que o ajuda. Orfão, como estudante vive do dinheiro que o tio manda para ele do Brasil, embora ele tenha uma boa herança do pai, mas não pode usufruir dela por conta de umas pendengas judiciais envolvendo os bens. Por conta das encrencas financeiras o tio corta relações com ele além de não enviar mais dinheiro. Por conta disso ele se vê em apuros e um amigo lhe dá uma ideia de prestar provas para o magistrado. Mas além das provas ele tem que comprovar algumas exigências absurdas que eram feitas na época, mas acaba conseguindo o cargo de juiz.

Muitas coisas acontecem com ele neste período. Romances, brigas entre os poetas entre outras coisas. Mas por ser muito querido, expansivo, inteligente e poeta, ele vai conseguindo o que quer.

Mas antes disso tudo, o tio havia lhe dado de presente umas terras em Minas e por conta destas terras ele decide voltar ao Brasil porque também, ele consegue através do Marques de Pombal, o cargo de ouvidor na cidade de São João Del Rei em Minas.

De volta ao Brasil, já com um cargo importante a chegada de Inácio vira o maior frisson na cidade. Aí é aquela coisa da boataria e a disputa das moças pelo novo solteirão bonitão que acaba de chegar da Europa.

Bárbara é a filha mais velha de uma família tradicional, de renome e posses na cidade. Ela e suas irmãs são famosas pela beleza e educação que tem. O pai da moça, Dr. Silveira o convida para um jantar pomposo de boas vindas em sua casa. E é aí que ele conhece Bárbara e fica louco por ela, mas ela o odeia logo de cara.

‘’Além do mais, era bom não estar em São João todo o tempo a pensar em Bárbara. Aquela moça tornara-se uma obsessão para sua mente. Não podia ouvir falar o nome dela que o seu corpo se retesava. Tentava a todo custo retirá-la do seu pensamento. Afinal, ela estava comprometida, e não lhe dava nenhum sinal de que pudesse estar minimamente interessada nele. ’’

Por fim, após relutar contra o sentimento, Bárbara admite para si mesma que o ama. E é muito emocionante acompanhar a aproximação cheia de peripécias entre os dois. Dá aquele friozinho na barriga e tudo. O amor deles é muito lindo.

Até eles ficarem juntos eles passam por um monte de complicações e depois, por serem invejados, muitas coisas acontecem com eles. E os invejosos não terão piedade quando na questão da inconfidência.

São dois personagens fortes. Os dois são muito parecidos. Belos, passionais, geniosos, bom coração, idealistas e sonhadores. Mas que por isto, pagaram um alto preço.

Só achei que a autora poderia ter dado mais destaque do que deu à Barbara. Entendo e concordo que Inácio tem mais destaque obviamente. Mas, achei que ela fez isto na sinopse, mas não cumpriu muito no livro.

Mas com certeza vale muito a pena ler. Espero que a autora escreva mais romances como este.

Comente via Facebook

Comente via Facebook

About the author

Graduada em Comunicação Social (Rádio e Televisão) com habilitação em roteiro. Paulistana. Gosta de dias nublados, leituras densas, música, cinema, gastronomia, e escrever.

5 Comentários

  1. mariel

    Taí, fiquei muito curioso com Bárbara e seu poema. Vou ler.

    • leiturasdalee

      Realmente me surpreendeu, Mariel. Um romance de época de ótima qualidade e que retrata nossa história. Se puder, leia sim. Grande abraço.

  2. Júlio (Ebrael)

    As histórias de época, principalmente as do Brasil colonial e Imperial, são sempre deliciosas, engraçadas, instigam a imaginação. Eu adoro todas. Boa indicação!

    • leiturasdalee

      Pois é, Júlio! Tb. gosto muito do gênero e da época citada. Precisamos de mais disso, haha!! E este realmente está muito bom! Abraços!

Deixe um comentário

Arquivos
Assinar Blog por Email

Digite seu endereço de email para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por email.

Seguir modo abstrato
%d blogueiros gostam disto: