Literatura Brasileira
Tereza Batista Cansada de Guerra

 

Nem sei bem porque mas nunca me despertou interesse em ler Jorge Amado. Mas depois de ler Tereza Batista Cansada de Guerra percebi quanto tempo perdi na ignorância de sua grandeza.

O livro tem várias edições e se não me engano esta capa é da última. Uma edição comemorativa pela Companhia das Letras, do centenário de Jorge Amado (2008).

Jorge Amado era um autor que geralmente gostava de usar mulheres como protagonistas de suas estórias. Mulheres sofridas, judiadas pelo mundo e pelos homens mas que nem por isso deixam de serem fortes, belas e sensuais. E Tereza Batista é assim. Aliás, há quem diga que Tereza Batista é a soma de todas suas personagens femininas de seus romances.

Além desta coisa dele usar mulheres como protagonistas, tem a questão do regionalismo, em querer mostrar a cultura local, o panorama social e político nordestino. Mas ele faz isto com um enredo bem costurado com uma linguagem própria dele bem regional e lírica. Há quem diga também, que por sua veia comunista é que esta coisa de divisão de classes é forte em suas obras. Seus heróis e heroínas na maioria das vezes são sempre pescadores, prostitutas, capoeiristas, mascates, enfim, pessoas do povo quando não, à margem da sociedade.

A estória de Tereza Batista se passa em um contexto onde Jorge Amado apresenta o pior do sertão nordestino aquela altura. Ele mostra o sertão nordestino como um mundo à parte onde quem manda é quem pode mais. Um mundo com suas próprias leis onde a pobreza e a falta de recursos são explorados pelos mais fortes da forma mais vil.

Tereza Batista Cansada de Guerra é um romance muito intenso. Mas o autor dosa isto com uma narrativa não linear. Intercalando fatos do presente e do passado da vida da personagem. Mas de um modo geral é uma obra bem carregada no drama e choca por sabermos que no fundo não é pura ficção somente. Ele usa da ficção para retratar a realidade nordestina de sua época. Mas há muitas passagens lindas e emocionantes também.

Acho que a pior parte do livro é sobre a infância da personagem. Quando ela fica órfã aos oito anos de idade e aos doze é vendida pela tia Filipa ao coronel ricaço Justiniano Duarte da Rosa. Um pedófilo estuprador de meninas virgens o qual manda e desmanda na região sem ter quem seja pelas vítimas. E se Tereza não fosse vendida, cairia em suas mãos do mesmo jeito e se não caísse em suas mãos, iria cair nas mãos de Rosalvo, o marido da tia que já planejava matar a mulher para ficar com a menina assim que lhe aparecessem os peitos.

”Talvez um pouco verde de vez ainda, se amadurecesse mais um ou dois anos, estaria no ponto. Assim tão menina, não há como negar, é malvadeza entregá-la ao capitão, mais louca seria Felipa se resolvesse esperar ou seopor. Esperar para vê-la na cama ou nos matos com um moleque qualquer? Se opor para Justiniano levá-la a força, na violência e de graça? AfinalTereza em breve dias completaria treze anos. Pouco mais tinha Felipa quando Porciano lhe fez a festa e na mesma semana caíram em cima os quatro irmãos dele e o pai e como se não bastasse, lambuzou-a o avô o velho Etelvino, já com cheiro de defunto. Nem por isso morrera ou ficara aleijada. Não lhe faltou sequer casamento, com benção de padre. Também vocação de corno igual a de Rosalvo não conhecia  na redondeza. Tão chifrudo como cachaceiro.” 

Depois de ter a infância toda sofrida nas mãos do coronel, Tereza acaba caindo na prostituição tendo somente a si mesma na vida e aprendendo a se virar como pode. Mas antes disso, ainda na adolescência, ela consegue se livrar do coronel e vira amasia de um usineiro. Esta é a época mais feliz de sua vida. Mas são poucos anos de alegria pois o homem que já não é jovem morre e então, ela se vê sozinha no mundo.

”Do átrio da igreja as beatas viram Tereza Batista andando para a Estação, sozinha (depois de ter enfrentado a Bexiga Negra na cidade). Uma delas disse – e todas concordaram: – Vaso ruim não quebra mesmo. Morreu tanta gente direita e nessa vagabunda que até no lazareto se meteu de intrometida, nada lhe pegou; bem podia a bexiga ter ao menos lhe comido a cara.” 

Muitas coisas se passam até que em uma noite ela conhece o marinheiro Januário Genebra que a salva de uma briga que ela entra para defender uma mulher que estava a apanhar de seu homem. Eles se apaixonam fortemente mas Januário é casado e não pode deixar a mulher por seus motivos.

”Porque te quero e desejo, desde o instante primeiro em que te vi  desatada em fúria, ali mesmo tombei vencido de amor; por isso me afasto e fujo, prendo minhas mãos, tranco minha boca e afogo o coração. Porque te quero para a vida e não por um momento – ah! se pudesse te levar comigo, para casa nossa, no dedo te colocar o anel de aliança, te levar de vez e para sempre! Ah! mas não pode ser.”

Vejo Tereza Batista não como uma heroína do tipo que consegue mudar seu destino. Apesar de toda sua valentia,  desde criança ela vai se adaptando com muito sofrimento e dor a situações que ela é obrigada a se adaptar para poder sobreviver. A vejo como vítima de um mundo hostil e que consegue se adaptar ao que a vida lhe impôs contra sua vontade e natureza. A princípio, uma criança, sem nada poder fazer e depois, já adulta, não consegue fazer tantas mudanças assim quanto gostaria. Mas ao menos ela consegue deixar de se prostituir e não ser propriedade de mais ninguém. Acho que é uma heroína do tipo que não perde a dignidade mesmo vivendo em meio a falta desta. E que permanece limpa mesmo em meio a sujeira. Como a flor de lótus pura e bela que vive no meio do lodo.

‘’Peste, fome e guerra, morte e amor, a vida de Tereza Batista é uma história de cordel.’’  (Jorge Amado)

Comente via Facebook

Comente via Facebook

About the author

Graduada em Comunicação Social (Rádio e Televisão) com habilitação em roteiro. Paulistana. Gosta de dias nublados, leituras densas, música, cinema, gastronomia, e escrever.

2 Comentários

  1. JVPC’

    quero saber tudo sobre a Tereza Batista ”Tipo uma Ficha de Personagem”, é pra um trabalho da escola. Obrigado.

    • leiturasdalee

      Olá, JVPC. Muito bacana você estar fazendo um trabalho escolar sobre Tereza Batista e neste caso, aconselho a você dar uma pesquisada na internet pois deve ter isto que você precisa. Se puder leia o livro que é muito bom. Abraço.

Deixe um comentário

Arquivos
Assinar Blog por Email

Digite seu endereço de email para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por email.

Seguir modo abstrato
%d blogueiros gostam disto: